[Resenha] - Cidade dos Ossos

Aloha, Amigos! xD

     Estou aqui para apresentar a vocês um livro que despertou muito a minha curiosidade e me encheu de eXpectativa. Embora não tenha atingido o nível que eu esperava, não posso negar que, quando terminei o livro, fiquei com aquela vontade de correr para o segundo volume rsrs
     Com vocês, minha resenha de Cidade dos Ossos!





Os Instrumentos Mortais - Volume 1
Título: Cidade dos Ossos
Autora: Cassandra Clare
Editora: Galera

    Um mundo oculto está prestes a ser revelado... Quando Clary decide ir a Nova York se divertir numa discoteca, nunca poderia imaginar que testemunharia um assassinato - muito menos um assassinato cometido por três adolescentes cobertos por tatuagens enigmáticas e brandindo armas bizarras. Clary sabe que deve chamar a polícia, mas é difícil explicar um assassinato quando o corpo desaparece e os assassinos são invisíveis para todos, menos para ela. Tão surpresa quanto assustada, Clary aceita ouvir o que os jovens têm a dizer... Uma tribo de guerreiros secreta dedicada a libertar a terra de demônios, os Caçadores das Sombras têm uma missão em nosso mundo, e Clary pode já estar mais envolvida na história do que gostaria.


 
      Clarissa Fray, ou simplesmente Clary, era uma garota normal à primeira vista. Ruiva, sardas e, como toda Mary Sue que se preze, desconhecia sua própria beleza. Morava com sua mãe, Jocelyn Fray, e um retrato do pai falecido, homem que nunca conheceu. Como melhor amigo, ela tinha Simon, um rapaz pouco extrovertido, mas com um humor sarcástico cativante, além de ser integrante de uma banda - manobra para pegar garotas.
     Até aí as coisas parecem normais, como a vida de qualquer garota que mora no Brooklyn. Mas naquele dias as coisas mudaram, e Clary se viu completamente despreparada para enfrentar o novo mundo que estava para conhecer.

     Começou no Pandemônio, uma boate com o nome mais apropriado para o começo de uma nova vida para Clary. Ela e Simon só queriam dançar (Simon queria pegar algumas garotas), ver algumas pessoas esquisitas e rir dos bêbados que vomitavam na pista de dança e escorregavam no próprio almoço misturado com bile.
     Mas o que Clary viveu naquele antro foi além. Seus olhos seguram uma jovem de cabelos negros conduzir (da forma mais sedutora, com direito à jogada de cabelo e sorriso de noviça rebelde) um garoto punk para dentro de uma despensa. Assim que a porta se fechou, outros dois garotos, um deles armado com uma adaga, entraram. Ambos tinham o olhar de quem estava pronto para degolar alguém. Clary precisava fazer alguma coisa.
     Instintivamente ela correu até a despensa, pronta para ajudar o garoto punk que parecia ter sido pego em uma armadilha. Mas não foi exatamente o que ela viu. As mãos do garoto punk transformaram-se em uma garra, e o garoto de cabelos louros, o mesmo que segurava a adaga, lutou com ferocidade até derrubar a criatura, que simplesmente desapareceu. Sem deixar rastro.
     A vida de Clary muda a partir desse evento, quando começa a ver pessoas que, para os demais, eram invisíveis. Jace, o garoto de cabelos louros, e os irmãos Isabella e Alec eram Caçadores de Sombras, um nome dado àqueles que caçavam demônios e criaturas subversivas do Submundo. Normalmente os mundanos - assim chamados os humanos normais - não eram capazes de ver nada relacionado a esse mundo escondido nas sombras, mas Clary tinha o dom da Visão, coisa que ela descobriu apenas naquela noite.
     Como se não bastasse, sua casa é atacada por um Ravener, uma classe de criatura inferior que sempre agia seguindo ordens. Jocelyn, sua mãe, simplesmente desapareceu, deixando marcas de destruição em todos os cômodos da casa. Sem ter para onde ir, e sem ser capaz de se proteger desse novo mundo, Jace, o caçador marrento, oferece abrigo no Instituto, um lugar onde os Caçadores de Sombras pernoitavam durante suas passagens por Nova York.
     Clary, aos poucos, vai entendendo mais sobre o Submundo e, nessa busca por respostas, descobre que sua família normal e feliz era, na verdade, uma mentira cabeluda, tudo para esconder um grande segredo do perigoso caçador Valentim. Ele estava em busca do Cálice Mortal, um dos três artefatos que compunham os Instrumentos Mortais, capaz de converter humanos em caçadores.
     O perigo se aproximava cada vez mais rápido, trazendo consigo o cheiro de sangue e morte. Aliados que não eram aliados, inigimos que - afinal - não eram inimigos, e outras surpresas acabam desabando na cabeça dos jovens envolvidos - Clary, Jace, Isabelle, Alec e até mesmo Simon.
    Nessa busca incansável pelo Cálice Mortal, Clary vai descobrir que sua vida é uma grande mentira, que sereias realmente existem e que algumas motocicletas de vampiros podem voar. \o/

     A história de Cassandra Clare traz uma proposta muito atraente para nós, leitores apaixonados pela ficção e fantasia. Suas descrições sobre o cenário são precisas, ela é capaz de te fazer imaginar a rua, o restaurante chinês ou a catedral sem precisar narrar descrições cansativas sobre o ambiente. Cassandra também consegue sustentar o perfil da protagonista, mostrando a evolução de Clary ao longo da trama, além de trabalhar, muito bem, a relação entre as personagens.
     Mas encontrei alguns pontos que me desagradaram na história. Para quem leu, pode ser que concorde comigo. Se você não leu, fique a vontade para me xingar nos comentários xD - só não coloca a mãe no meio, tadinha, ela não tem culpa. A escritora pecou na falta de criatividade para solucionar os mistérios ao longo da trama. No fim do livro, eu me perdi nas explicações dadas para se justificar a morte (e a não-morte) de uma ou outra pessoa, além de Cassandra usar o velho "rá, te peguei, era mentira!" para desmentir uma história atrás da outra. Isso tornou a história meio entediante, para falar a verdade. Existe, também, a inércia da história em alguns momentos ao longo da leitura, como se, assim como as personagens, você estivesse andando em círculos. Cassandra também mostra certa inaptidão para narrar cenas de ação. Se você já leu Bernard Cornwell, J.K. Rowling e outras narrativas de ação, é provável que perceba o mesmo.

     Mas isso significa que eu não gostei? Claro que nâo! Tanto que eu já estou curioso pelo segundo volume. Conversei com algumas pessoas que leram Cidade dos Ossos, e muitos disseram que, no segundo volume, a história fica bem melhor. Eu pretendo insistir em Os Instrumentos Mortais. Clary ganhou minha simpatia e Jace tem o perfil de cara turrão que esconde um coração imenso. A intensidade com que as personagens se relaciona ganha muitos pontos para a obra e, apesar dos pesares, é capaz de cativar muitos leitores, como tem feito.

     É isso aí, moçada! Uma ótima leitura para vocês!
     Fiquem na Paz! xD

16 inspirações:

  1. Infelizmente ainda não tive a oportunidade de ler este livro -porém pretendo- adorei a sua resenha, me pareceu que o livro mistura um pouco de Harry Potter com Percy Jackson...! :D

    http://blogdaninareis.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Nossa, adorei Pedro :D
    Na moral kkkkkkkkkk
    Eu tõ muuuito, muuuito querendo ler Cidade dos Ossos, e esse ano ainda leio toda a série lançada ;D
    Meus parabéns pela resenha, tem conteúdo hahaha
    Recado anotado, agora vou correr para ler :D
    Sucesso SEMPRE, abração.

    Ewerton Lenildo - Academia de Leitura
    papeldeumlivro.blogspot.com
    @Papeldeumlivro

    ResponderExcluir
  3. É isso mesmo, ótima resenha!! O primeiro livro posso assim por dizer que é uma apresentação... o segundo esquenta. Embora tenha altos e baixos, ainda assim a série me prendeu e já estou com o 3º livro pra ler, como já é noticia, Teremos o 4 livro da saga (Cidade das Almas Perdidas). E não apenas o livro a parte (cidade dos anjos caidos) ou seja, vamos ler!
    Ni
    ciadoleitor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Não gostei desse livro. Abandonei a leitura, mas acho que mais pra frente vou voltar a ler, porque todo mundo fala que no segundo melhora!

    Ótima resenha.
    Abraço

    Wallace ecolivros.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Pedro!
    Cara , voce sabe que eu estou super curiosa para ler está série né, que assim como vc comprei os 3 livros no escuro, pois li algumas resenhas, mas nem li a sinopse.
    enfim, chato que a autora não consegue transmitir as cenas de ação com perfeição, pois elas são sempre as minhas favoritas em um livro de aventura e fantasia, mas eu estou curiosa para ler este livro ainda mais.
    bjos

    Jack
    www.mybooklit.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá, :) Excelente resenha, *-* Esse livro foi tão comentado em 2011, mas eu ainda nem li D: a cada resenha, fico com mais vontade aushauhsa é isso, sucesso aqui no blog, beijão!

    ResponderExcluir
  7. Eu ainda não li como conversamos no TT... mas quero mto! já tenho até o terceiro volume... Só espero q não me desanime e desista de ler os outros! =(

    Um beijo,
    Nica

    ResponderExcluir
  8. Não li essa série ainda :/ Mas quero muito ler, sempre me chamou atenção. Parabéns pela ótima resenha Pedro, como sempre, muito bem feita.
    Beijos :**

    ResponderExcluir
  9. Espero não me arrepender u_u Tu já me desanimou. Se bem que a Clary já me conquistou só por ser ruiva!

    ResponderExcluir
  10. Oi Pedro!

    Eu estava meio tensa antes de começar a ler sua resenha, hesitei um pouco, fui tomar um copo d´água, enrolei noutros blogs, enfim... aham...
    Isso porque você é sempre perfeito em suas resenhas e, como eu já sabia a sua opinião sobre o primeiro livro da série Os Instrumentos Mortais (uma das minhas preferidas da atualidade), fiquei ansiosa para ver o quão pesado você iria pegar. Mas, não. Sua resenha está impecável e apesar dos pontos negativos que você encontrou na narrativa (e com os quais concordo, especialmente na questão das cenas de ação, são confusas pra burro!), é um livro que vale a pena. Estou completamente viciada na série e recomendo. Justamente por causa dos personagens, muito cativantes, na minha opinião. E a trama é muito envolvente, o que acaba por nos induzir a não valorizar tanto as imperfeições da narrativa.
    Estou a espera das suas próximas resenhas, hein!

    Beijocas,
    Lu
    www.equinocioaprimavera.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Eu amo, Amo, AMO, A-M-O, ~AMO~ essa séria, tipo, é a minha preferida! (Sim, melhor do que Hush Hush!)
    Adoooooooooooooooooooooorei a tua resenha, uol, parabéns!
    Lê o mais rápido possível o segundo livro, é muito booom!

    Beijos,
    http://naminhaestanteliivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Vivi uma relação de amor e ódio com a série, pois tive muitos altos e baixos enquanto lia. Não sei se foi porque a peguei no momento errado e não me envolvi como a maior parte das pessoas ou o quê. Felizmente as coisas vão melhorando com o passar dos volumes.
    Parabéns pela resenha!
    Beijos.
    http://amoressobrenaturais.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Caramba fico até com vergonha de vir comentar com esses 'quilométricos' ai em cima hahaha enfim, eu estou curiosa sobre esse livro, inda mais depois dessa resenha. Gente gostando, gente odiando e gente no meio termo e ai? hahaha Beijinhos Pedro meu lindo, parabéns!

    ResponderExcluir
  14. Ganhei esse livro de presente tem pouco tempo, Pedro.
    Eu to doida pra ler, apesar de não ter tempo. :x Espero conseguir ler em breve.

    Poxa, uma pena que você se decepcionou com a autora. Mas é isso aí, seja persistente! A série parece ser muito boa para ser abandonada no primeiro livro.

    Um beijo,
    Luara - @luuara
    http://estantevertical.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Concordo em genero e grau o que você falou, as suas opiniões faço as minhas.... hehehe

    e vc sempre irônico em suas resenahs..hehehe

    Já começou CDC???

    Abraço

    ResponderExcluir
  16. Quero muito ler esse livro,já ouvi muito a seu respeito e já está anotado na minha lista de novas aquisições.
    Um abraço cara!

    Bruno
    http://oexploradorcultural.blogspot.com

    ResponderExcluir

Sua opinião = espinafre
Eu = Popeye
Spam = Brutus
~~
Fique à vontade, dê sua opinião, diga o que pensa, critique e elogie. Só não perca a chance de ser lido ou ouvido quando lhe for dada essa oportunidade! xD
Boa leitura, e vai pela sombra \o/